APOSENTADORIA POR TEMPO DE CONTRIBUIÇÃO

A aposentadoria por tempo de contribuição pode ser integral ou proporcional. No caso da aposentadoria integral os requisitos são os seguintes: o trabalhador homem deve comprovar pelo menos 35 anos de contribuição e a trabalhadora mulher, 30 anos de contribuição.

Em relação à aposentadoria proporcional, devem ser combinados os seguintes requisitos: tempo de contribuição e idade mínima. Assim, os homens podem requerer a aposentadoria proporcional aos 53 anos de idade e 30 anos de contribuição. As mulheres possuem direito à aposentadoria proporcional aos 48 anos de idade e 25 anos de contribuição.

Além disso, para se ter direito à aposentadoria (proporcional ou integral) o contribuinte inscrito no Instituto Nacional do Seguro Social - INSS - após 25 de julho de 1991 precisa ter, pelo menos, 180 contribuições mensais

A aposentadoria integral será equivalente a 100% do salário de benefício. No caso da proporcional, o valor da aposentadoria será equivalente a 70% do salário de benefício, mais 5% a cada ano completo de contribuição posterior ao tempo mínimo exigido.

O salário de benefício é calculado da seguinte forma: para os trabalhadores inscritos no INSS até 28 de novembro de 1999, corresponde à média aritmética simples dos 80% maiores salários de contribuição, atualizados monetariamente, desde julho de 1994; para os trabalhadores inscritos no INSS a partir de 29 de novembro de 1999, corresponde à média aritmética simples dos 80% maiores salários de contribuição de todo o período contributivo, corrigidos monetariamente. Na aposentadoria por tempo de contribuição (integral ou proporcional) se aplica o fator previdenciário.

Joomlart
CHAMADA-CUSTOM

Ityrapuan Consultoria

  • Rua: Barão de Jaguara, 526 - Conjuntos 21 e 22
    Ed. Comercial Barão de Jaguara - Campinas-SP
  • (19) 3388 7583
  • ityrapuan@ityrapuan.com.br